Porto de Porto Velho abre edital para doação de estudos técnicos

Tais estudos servem para subsidiar a modelagem de futuros arrendamentos em áreas públicas operacionais disponíveis no Porto de Porto Velho, em diferentes tipos de cargas.


A Sociedade de Portos e Hidrovias de Rondônia – Soph, empresa que administra o Porto de Porto de Velho, publicou o edital de aviso público de áreas arrendáveis e chamamento de interessados para a utilização da infraestrutura do Porto e doação de Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental – EVTEA.

Os estudos técnicos servirão para subsidiar a modelagem de futuros arrendamentos em nove áreas públicas operacionais disponíveis no Porto de Porto Velho, conforme Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ). Deverão ser elaborados levantamentos voltados à demanda de instalações para movimentação de diversos tipos de cargas como granel sólido, granel líquido e gasoso, carga geral e contêiner.

Os interessados deverão apresentar requerimento de manifestação de interesse para o e-mail gabportopv@gmail.com. A documentação completa e descrição de todo o processo está disponível no Edital nº 001/2023, publicado no site do Porto de Porto Velho, na aba “Oportunidades de Negócios”. Clique aqui para acessar a página.

Após o recebimento da manifestação do interessado, será publicado em até dez dias, no site institucional do Porto, o resultado da habilitação e qualificação, ou não, no Edital. As autorizadas terão o prazo de 120 dias, contados da publicação da autorização no site da Soph para apresentar os estudos à Autoridade Portuária.

Segundo o coordenador de gestão portuária, Luiz Gustavo Braga, o Porto espera que o chamamento público atraia não só novos parceiros comerciais, como também fortaleça os modelos de negócio já instalados na zona portuária. “Com mais movimentações sendo efetuadas pelo terminal portuário, o Porto pode mostrar seu potencial e capacidade de eficiência operacional em relação a outros terminais da região e no cenário nacional”, destaca.

A destinação de novas áreas atende à necessidade de expansão do Porto de Porto velho e está em consonância com o Plano de Desenvolvimento e Zoneamento da empresa de garantir o desenvolvimento sustentável portuário, proposta que também está alinhada ao Plano Mestre.

O chamamento público marca um avanço na trajetória de expansão estratégica do terminal portuário. Destaca-se a chance de estabelecimento em uma localidade estrategicamente posicionada, o que confere uma vantagem expressiva, já que o Porto está firmado como um eixo logístico relevante na região.

“O progresso econômico notável de Rondônia está alinhado a esse contexto, e estamos plenamente engajados nesse processo de desenvolvimento acelerado”. Essa é a visão compartilhada por Fernando Parente, diretor-presidente da Soph, ao enfatizar a importância desse chamamento público como catalisador desse crescimento regional promissor.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, ressalta que ao abrir oportunidades para investidores e empresas, “estamos impulsionando todo o potencial logístico do Estado. A participação ativa neste processo, consolida nosso compromisso com o crescimento sustentável de Rondônia no cenário nacional”, salientou.

Redação

A revista digital Porto Nosso é movida por quem vive o mundo fascinante da Logística e Comércio Exterior, com o propósito de trazer informações e análises detalhadas para profissionais e empresas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *